segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Diálogo


Blair: Por que você fez aquilo?
Chuck: Pelo que me disse mais cedo.
Blair: Sobre estar feliz? Isso não é o mais importante, não escrevem sonetos sobre compatibilidade ou romances sobre metas em comum, e conversas estimulantes. Os grandes romances são os irracionais. 
Chuck: Não moramos em Paris nos anos 20. 
Blair: Mas desejamos isso. 
Chuck: Existe uma diferença entre o grande amor e o amor certo. Saí do Empire State ano passado, dois minutos depois que não apareceu, Louis esperou a noite toda. É a sua chance de ser feliz. Acha que não deve querer porque nunca teve e isso assusta você. Mas merece seu conto de fadas. 
Blair: Criamos nosso conto de fadas.
Chuck: Só quando precisamos. Você não precisa. Como se sente sobre esta noite?
Blair: Péssima! Simplesmente terrível, nunca me senti assim antes. 
Chuck: Culpa. Eu sinto também. Talvez eu esteja mesmo crescendo. 
Blair: Não queria deixar você ir ainda.
Chuck: Não deixe ninguém dizer que você não é poderosa. É a mulher mais poderosa que eu conheço. 
Blair: Estou tomando todo o poder que tenho para me afastar de você.
Chuck: Eu sei. Mas preciso deixar você ir. Você precisa me deixar ir. 
Blair: Eu vou sempre te amar.
Chuck: Eu vou sempre te amar.


Gossip Girl

Nenhum comentário: