segunda-feira, 26 de março de 2012

Não, eu não sei lidar

Definitivamente, eu não sei lidar com toda essa dor, toda a decepção comigo mesma, não sei lidar com os problemas, com as obrigações, simplesmente não sei lidar. Não sei lidar com a vida. Não sei viver.
Também não sei como me tornei isso: fria, solitária, depressiva, grossa. Eu era tão cheia de... vida! Me vejo em lembranças remotas, todas felizes nas quais eu sorria por sorrir, chorava por conta de um tombo ou um escorregão e voltava a sorrir. Em todas eu sou realmente feliz, em todas eu via magia, eu tinha cor na face, cor nos dentes, cor nos olhos... Hoje sou toda cinza, sem graça.
De onde vieram tantos números na balança? De onde veio tanta amargura? De onde veio tanta repulsa por viver? Dói ser assim, pois eu não desejei isso jamais. Nunca quis mudar. E dói mais ainda ser julgada, ou ignorada, ou mal compreendida. Dói tanto, mas tanto! Eles não sabem o que cada "não sei o que te dizer" significa pra mim. Mas quem vai se importar, não é? Ninguém nunca teve e nunca vai ter a obrigação de olhar para o meu rosto e simplesmente adivinhar que eu estou sozinha e que preciso de ajuda. 
Eles não sabem também que eu não sou má porque quero, é inconsciente. Talvez seja uma autodefesa. Eles não fazem a mínima ideia do que uma frase causa sobre mim. Como se eu realmente não me importasse com os sentimentos alheios! Às vezes acho que não me importo nem com o meu, mas com o dos outros sim, me importo muito, até demais; choro e sorrio pelos outros, odeio magoar tanto quanto odeio ser magoada. Mas será que alguém já parou para pensar que ninguém se importa realmente com os MEUS sentimentos? É, ninguém nunca parou. E talvez nunca parem. E fazem bem, eles não tem a mínima ideia do quanto minha mente é doentia e amarga. Roubaram meu açúcar, roubaram meus sorrisos, roubaram minha alma e esqueceram de levar o corpo.

@sahbellatrix

Nenhum comentário: