quarta-feira, 11 de abril de 2012

Pedacinho da futura felicidade

De vez em quando me sinto em transição, transformação. Sempre gostei de mudanças, essas coisas chatas, demoradas e necessárias para a vida em sociedade e também para a vida solitária. Quanto mais eu me conheço, mais eu mudo e mais eu fico bem; compreendo cada pensamento que já tive e torno a tê-los com mais maturidade (talvez essa seja a palavra chave da questão). E aí, rio comigo mesma, choro comigo mesma, e fico bem. Estou gostando da nova-antiga eu, como gostava antes, como gostava quando a escondi por um tempo.
Para minha pequena visão de mundo, o céu foi azul, ficou cinza, preto e agora está chovendo. Mas quem não gosta de tomar banho de chuva? É bom, refresca e lava a alma. Limpa e purifica, traz paz. Cada gota um alívio, um sorriso, um suspiro bom. E há, como estou feliz hoje! E como não me sentia assim há tanto tempo!
Sensações boas pra quem está morrendo de sono. Sensações essas provindas de um dia bom, com conversas boas, sorrisos bobos, pensamentos alegres e aquela good vibe que eu tanto esperava alcançar.
Dormir é um prazer quando se não têm mais pesadelos, já que os pesadelos acontecem enquanto estou com os olhos extremamente abertos e estagnados sem realmente ver alguma coisa. Tudo que ouço, que é lixo, entra e sai sem deixar rastros e ainda bem que eu aprendi alguns truques.
Como não acreditar em Deus quando se está perdida e é salva de si mesma? Como não acreditar quando se põe de joelhos, tagarela-se baixinho e as coisas começam a dar certo?
Hoje não sinto rancor, não sinto ódio, nem raiva, nem inveja ou qualquer outro sentimento ruim. Sinto apenas um pedacinho da minha futura felicidade. Eu amo essa sensação.


@sahbellatrix

Nenhum comentário: