segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Jogando fora o que me impede de seguir em frente

Eu não paro de pensar em ti, mas agora é diferente. Não tenho mais a esperança que me movia antes, não alimento pensamentos de que isso tudo é só um pesadelo; eu aceitei que você foi embora por livre e espontânea vontade. Aceitei a ferida que está em meu peito e hoje, ao invés de atrapalhar o processo de cicatrização, deixo o tempo passar e o vento soprar. Respirar não dói mais como antes.
Gostaria de declarar aos quatro cantos do mundo que o esqueci, porém não passaria de uma bela mentira. Ainda sinto sua falta, mas cansei de voar atrás de um gavião que pode muito bem me magoar mais do que me acolher. Sou apenas uma andorinha...
Não sei se me observas de longe, mas se estiveres aí saiba que eu tenho coragem pra voar a lugares desconhecidos sem ti. Saiba que eu estou construindo, todos os dias, uma barreira que irá em breve lhe impedir de chegar perto. Saiba que tenho quem me queira bem e que se um dia você me amou, há quem possa me amar tanto quanto (ou até mais). Saiba que meu peito estará sempre cheio de amor e que eu sempre tentarei ser uma pessoa melhor pra mim e pros outros. Se você só soube desistir, eu insistirei sempre em lutar. E se antes lutava por ti, por nós, hoje luto pela minha felicidade e não a vejo apenas em você ou junto a você.
Logo descobrirei que não é o amor que dói, mas as pessoas que nos machucam. Logo você será uma mera cicatriz que pode ser coberta por cirurgia ou poderá sumir com o tempo. Ou talvez não suma, mas seja imperceptível por não carregar mais o valor que hoje traz. E eu sinto muito, muito mesmo, que nossa história tenha terminado assim, mas sei que há histórias mais bonitas para serem vividas e gravadas na minha vida. Você foi o meu príncipe, mas há outros reinos por aí, os quais eu farei questão de conhecer.
Que você não me cause mais dor e que sejamos ambos felizes, é tudo o que desejo pra nós. Be happy, be strong. Eu não serei mais apaixonada por você ou pela ideia de estar apaixonada por você. Eu sou e serei pra sempre livre, já que você me deixou voar. E pode ser que nunca mais eu queira pousar. E o azar é todo seu.

Nenhum comentário: